comida artesanal

Uma incrível opção de delivery saudável em São Paulo.

capa.jpg

Muito felizes por estarmos na lista "mais saudável de São Paulo". Fomos selecionados pelo pessoal do site São Paulo Saudável como uma opção de delivery de comida saudável.

Dá só uma olhada no que eles falaram da gente e confira a matéria completa aqui
 

"Agora que o ano começou oficialmente (ou será que só começa após o carnaval?) selecionamos algumas opções de delivery que adoramos em São Paulo, pra você se alimentar de forma saudável, prática e sem nunca ter que apelar pra um fast food qualquer.

Apptite - O que dizer desse aplicativo que já conhecemos há algum tempo e consideramos pacas? Se você ainda não tem, baixe agora! O Apptite é o primeiro marketplace de comida artesanal do Brasil! É um aplicativo incrível que conecta os usuários a pessoas que praticam a cozinha artesanal, de acordo com a região em que se encontram.

Os chefs do Apptite tem perfis bem diversos, mas todos tem uma coisa em comum: comida boa de verdade e amor pela cozinha. Eles são cozinheiros profissionais, estudantes de gastronomia, imigrantes que trazem a bagagem culinária do seu país, pequenos empreendedores que construíram uma trajetória na cozinha com a experiência acumulada de suas vidas. Foram selecionados por nossa equipe e buscam em cada prato vendido levar um pouco da sua história para o cliente. A entrega dos produtos é agendada. O usuário vê o cardápio, faz o pedido, tira dúvidas com o chef, escolhe se quer o serviço de entrega ou retirada no local e detalha a forma de pagamento.

Dentre a imensa lista de chefs, nós já temos nossos preferidos – Tess Abreu (da Tess Kitchen), a Ana Barini (do Supernatural Orgânicos) e a Nilva Bianco."

Fonte: http://saopaulosaudavel.com.br/delivery-saudavel

App surge como primeiro marketplace de comida artesanal do Brasil

Em oito meses de atuação, o aplicativo conta com 8 mil usuários, 500 chefs cadastrados e uma média atual de 150 pedidos semanais

Em oito meses de atuação, o aplicativo conta com 8 mil usuários, 500 chefs cadastrados e uma média atual de 150 pedidos semanais

Ao acessar o Apptite, os usuários encontram as mais variadas opções de pratos salgados e doces, sugeridas por geolocalização, e executadas por chefs e cozinheiros que possuem receitas para compartilhar. A ideia, mais do que um simples aplicativo relacionado à gastronomia, é estimular a economia criativa divulgando o trabalho de pessoas que gostam de cozinhar e dando a elas a oportunidade de levantarem uma renda extra.

Para Vivien Mazziotti, chef cadastrada na plataforma, a venda de produtos pelo aplicativo garantiu um aumento em sua renda, sem interferir drasticamente em seu volume de trabalho.

“Em agosto, eu vendi 45 pratos e tive complemento de R$ 1.500 no meu ganho mensal. Isso tudo sem mudar muito a minha rotina de trabalho, já que o aplicativo permite que eu defina a antecedência da produção, o que é ótimo para mim”, explica.

Para utilizar, um cadastro deve ser feito no aplicativo, com dados pessoais e do cartão de crédito. Em cada acesso, o geolocalizador identifica a sua localização e mostra as ofertas do dia mais próximas. O usuário também pode fazer a busca pelos tipos de pratos ou chefs participantes.

Cada produto é cadastrado com uma quantidade limitada de unidades, o que garante a eficácia do processo, já que por se tratar de comida artesanal, os cozinheiros trabalham apenas com a quantidade que podem atender. Além disso, o aplicativo permite que o usuário planeje a sua compra com antecedência e consiga reservar pratos para diversas ocasiões, como eventos, reuniões e aniversários.

Os produtos estão divididos nas categorias refeições, doces e sobremesas, pães e bolos e empório. Para aprofundar a busca, o usuário pode usar filtros: pratos individuais, pratos para duas ou mais pessoas, cerveja artesanal, congelados, entradas, antepastos e aperitivos, integral, molhos, orgânicos, saladas, sanduíches, sem glúten, sem lactose, sopas, vegan, vegetarianos e zero açúcar.

Após a seleção do item, há a opção de retirada no local ou pelo serviço de courier, selecionando entre as opções de horários disponíveis na tela. A próxima etapa é confirmar o pagamento e acompanhar o pedido. Com o produto em mãos e depois do consumo, o usuário pode avaliar sua experiência pelo aplicativo, dando estrelas para os quesitos: sabor, apresentação e custo-benefício.

Em oito meses de atuação, o marketplace conta com 8 mil usuários, 500 chefs cadastrados e uma média atual de 150 pedidos semanais, números que configuram um faturamento de R$ 20 mil mensais. Até o final do ano, a expectativa é que a startup chegue a 400 vendas por semana, 30 mil usuários cadastrados e 2 mil chefs.

Por Lucas Bicudo  - Lucas Bicudo é repórter do Portal StartSe - 25 de novembro de 2016

Fonte: www.startse.com.br